10/11/12

.


"Quando se ama alguém, tem-se sempre tempo para essa pessoa. E se ela não vem ter conosco, nós esperamos. O verbo esperar torna-se tão imperativo como o verbo respirar. A vida transforma-se numa estação de comboios e o vento anuncia-nos a chegada antes do alcance do olhar. O amor na espera ensina-nos a ver o futuro, a desejá-lo, a organizar tudo para que ele seja possível. É mais fácil esperar do que desistir. É mais fácil desejar do que esquecer. É mais fácil sonhar do que perder. E para quem vive a sonhar, é muito mais fácil viver."

in Diário da tua Ausência
Margarida Rebelo Pinto

4 comentários:

α ♥ disse...

nem sei . tão depressa estamos bem , como a discutir . tão depressa estamos felizes , como estamos ambos com lágrimas na cara :s .

Mary Soares disse...

Quando amamos, mesmo que não tenhamos tempo arranja-mo-lo sempre, porque aquela pessoa é importante demais e essencial à nossa vida :)
beijinhos*

Filipa disse...

Gostei muito do excerto (;

R disse...

Li este livro e apesar de ser um pouco vazio em termos de história tem excertos fantásticos! Este é um deles! Beijinhos.

Estatísticas